pergunte mulheres mais velhas

Pergunte às Mulheres mais Velhas

Nos últimos tempos eu tenho ouvido várias mulheres “mais jovens” (de diferentes idades) lamentarem o fato de que as mulheres “mais velhas” não estão orientando-as como ensina Tito 2. É verdade que a instrução ativa e informal, conforme o padrão das Escrituras, não tem sido tão onipresente quanto deveria ser. Talvez as mulheres mais velhas não se sintam qualificadas, talvez elas não achem que as mulheres mais jovens queiram a sua sabedoria, talvez elas se considerem muito ocupadas. Não importa o motivo, o fato é que isso é um problema, afinal as mulheres cristãs mais jovens (independente da sua idade) precisam de instrução das mulheres mais experimentadas na fé que sabem uma coisa ou outra sobre a vida.

Parte da resposta a este problema é muito simples. As mulheres mais jovens podem fazer perguntas! Há anos atrás, comecei a escrever algumas perguntas para fazer à minha mãe e minha tia, afinal, quando nos reuníamos nas festas de final de ano, eu não conseguia pensar em nada além de “preparação de alimentos” e “cuidados com as crianças”. Desde então, tentei manter algumas perguntas em mente para que eu possa absorver alguma sabedoria quando estou conversando com uma mulher mais velha. Embora a minha mãe seja a primeira pessoa que eu procure para tirar as minhas dúvidas, descobri que perguntar a alguém de fora da minha família ajuda a construir uma nova perspectiva pois, assim como as pessoas, as famílias também têm pontos cegos! Eu sou muito agradecida ao Senhor por todas as mulheres mais velhas em minha vida que dedicaram algum tempo ouvindo-me atentamente e me respondendo com incrível sabedoria.

Isso não significa que as mulheres mais velhas devam simplesmente esperar até que alguém se aproxime com alguma pergunta – as vezes precisamos ser instruídas sobre questões que nunca pensamos a respeito. Mas buscar sabedoria para lidar com problemas que você sabe que tem, ou simplesmente para descobrir maneiras de crescer, é certamente um começo para estabelecer um padrão bíblico. As mulheres mais velhas podem ajudar as mais jovens instruindo e orientando ativamente, e também criando um ambiente (em casa e na igreja) em que as mulheres mais jovens se sintam confortáveis ​​para fazer perguntas.

Nas próximas semanas, postarei listas de perguntas que mulheres em diferentes fases da vida podem fazer às mais velhas. Nós não poderemos encontrar as respostas para esse tipo de perguntas na internet, as respostas vão variar de mulher para mulher, dependendo de quem pergunta e de quem responde. Não se limite a fazer apenas estas perguntas; use-as como um ponto de partida para pensar em questões que se aplicam à sua própria situação. Essas perguntas irão variar de acordo com sua educação, condições de vida, onde mora, seu trabalho, seu marido, a quantidade e as idades dos seus filhos, etc.

Como uma mulher mais jovem, procure uma mulher mais velha que você possa encontrar com frequência e que possa observar como você interage com sua família e como você serve à igreja. Busque uma mulher que seja piedosa, cujo casamento seja saudável e cujos filhos sejam felizes (em geral). Comece perguntando coisas que a ajudarão a ver como você poderia servir melhor, crescer em comunhão com o Senhor e como mortificar pecados. Certifique-se que as respostas que você está recebendo são boas. Se a mulher mais velha simplesmente disser: “Oh, eu não sei… mas você está fazendo um ótimo trabalho”, procure outra pessoa. Ainda que você esteja fazendo um ótimo trabalho, sempre há como melhorar. Teste as respostas que você está recebendo para se certificar de que tais conselhos são bíblicos. Depois de ter algumas respostas, comece a orar! Discuta com o seu marido, sua mãe, ou uma filha adulta para que você possa avaliar melhor e meditar sobre o assunto. Não subestime a sabedoria de uma experiente mulher piedosa: ela é instrumento de Deus para ensiná-la a amar seu marido e filhos e para ser uma tranquila administradora do seu lar.

Se você é uma mulher “mais velha”, prepare-se para ser questionada! Medite sobre o que a Bíblia diz sobre o tema, lembre-se das coisas que você aprendeu ao longo dos anos, pense no que você faria diferente se pudesse voltar no tempo. Lembre-se que os erros que você cometeu não a desqualificam para ensinar às outras: na verdades esses erros podem, pela Graça, equipá-la para ensinar e alertar as mulheres mais jovens quanto às armadilhas do caminho em que se encontram. Molde suas respostas de acordo com a Palavra de Deus, e encontre versículos para os quais você pode enviar as mulheres mais jovens. Se as mulheres mais jovens em torno de você são tímidas, vá até elas com a sua sabedoria. Não lhes dê apenas respostas e conselhos – mantenha-as em suas orações e acompanhe seus progressos. As Escrituras ordenam que você ensine as mulheres mais jovens como serem esposas e mães piedosas. Esta é uma maneira de você servir ao seu Salvador.

Este artigo foi gentilmente cedido por mulherespiedosas.com.br.

Tradução: Flávia Silveira

Share this post